batismo

O BATISMO É O SACRAMENTO FONTE DA VIDA CRISTÃ. POR ELE A PESSOA É INCORPORADA À IGREJA, CORPO DE CRISTO, E SE TORNA PARTICIPANTE DO SACERDÓCIO DE CRISTO.

COORDENADORES

Lauri Assumpção e Janaina Mota

E-MAILS

REUNIÕES

Primeira Sexta-feira de cada mês às 20hs.

OBJETIVOS

O objetivo da Pastoral é conscientizar pais e padrinhos sobre o valor do batismo e da responsabilidade de serem atuantes e comprometidos com a missão de ajudar na educação da fé de seus filhos e afilhados, vivendo nos princípios da vida cristã. Ao desejar batizar uma criança, antes de tudo se deve ter consciência de que a graça batismal é uma realidade rica que produz o nascimento para a Vida Nova, pelo qual o homem se torna filho adotivo do Pai, membro de Cristo, herdeiro do Reino de Deus e templo do Espírito Santo.

MISSÃO DA MADRINHA E PADRINHO DE BATISMO

Não há honra maior do que ser madrinha ou padrinho de batizado de uma criança. Ser madrinha ou padrinho de batismo é um passo muito importante, tanto para você quanto para os pais do bebê e até mesmo a criança. Os pais da criança que vai ser batizada transmitem para os padrinhos e madrinhas a responsabilidade de zelar pela formação e educação religiosa dessa criança.
Para o batismo na igreja católica, os padrinhos solteiros, devem possuir os sacramentos da iniciação cristã (Batismo, Eucaristia e Crisma). Os casados, além dos sacramentos mencionados anteriormente, também precisam ter o Sacramento do Matrimônio. Madrinhas e padrinhos devem estar em plena comunhão com os conceitos e preceitos cristãos. Escolher uma madrinha ou padrinho não é simplesmente homenagear uma amizade ou relação momentânea e nem escolher alguém para presentear a criança com bons brinquedos. As madrinhas e os padrinhos têm funções que vão muito além disso, já que os padrinhos e madrinhas precisam ter valores morais e religiosos e serem atuantes na vida cristã católica e auxiliar na educação cristã do afilhado.
Por isso, muita atenção na escolha dos padrinhos já que eles serão parte fundamental e presente na vida da criança. E ao aceitar o convite para ser madrinha ou padrinho, tem que se ter em mente as responsabilidades que essa honra trás junto